FANDOM


"O Primeiro Dia de Aula - parte 1", ou "Seu Madruga Professor - Parte 1" é um episódio de Chaves, de 1975.

Sinopse

As aulas voltaram na escola! As crianças estão animadas não só pela volta as aulas, até por que no primeiro dia de aula, as crianças devem ir acompanhadas de seus pais. Mas isso promete muitas surpresas, principalmente com as confusões de Dona Florinda e Seu Madruga!

História

O episódio começa quando no pátio principal da vila, onde Kiko e Chiquinha estão sentados na escada, conversando animados sobre o primeiro dia de aula. Chaves aparece, e pergunta por que ainda estão ali, já que hoje será o primeiro dia de aula. Kiko diz que está esperando sua mãe, e Chiquinha diz que espera seu pai. Chaves pergunta por que eles estão os esperando, se quem tem que ir á escola são eles, não os "adúlteros". Chiquinha o corrige, explicando que os "adultos" é que são os mais velhos. Chaves pergunta de novo o motivo da espera, e Kiko diz que como é o primeiro dia de aula, as crianças devem ir acompanhados dos pais ou das mães. Chiquinha o chinga, e Chaves os interrompe, perguntando o que devem fazer os que vivem na "orfandade". Kiko não entende. Chiquinha explica que são os órfãos, ou seja, os que não tem pai e nem mãe. Kiko diz que por hoje, empresta sua mãe á Chaves . Chaves pede se não tem "nada melhor". Chiquinha também "oferece" seu pai também, e Chaves faz uma piadinha. Kiko e Chiquinha "retiram o empréstimo" e se irritam. Chaves diz que dirá ao Professor Girafales que por ser o primeiro dia de aula, ninguém o acompanhou por que já é muito tarde. Eles concordam. Kiko diz que sua mãe está acabando de ficar linda, e Chaves pergunta se ela só sairá de sua casa quando estiver bonita. Kiko confirma. Chaves senta na escada com cara de tédio. Kiko chinga Chaves , dizendo que ele se engana pensando que sua mãe irá se atrasar. Ele pergunta se Chaves sabe o que Dona Florinda precisa para ficar bonita. Chiquinha responde que ela precisa nascer de novo. Kiko se irrita. Nisso, a mamãe de Kiko sai de sua casa, e diz que eles já devem ir. Kiko pede se eles não devem esperar por Seu Madruga, e Dona Florinda pede por quê. Chiquinha se mete, dizendo que por que ele deve acompanhá-la á escola. Seu Madruga sai de sua casa, e concorda. Eles vão em direção á porta, e Kiko diz que devem ir também, puxando sua mãe. Dona Florinda diz para seu filho esperar (pois não quer ser vista com essa "gentália"). Nisso, Chiquinha diz que seu pai deve esperar, pois ela vai buscar uma coisa que esqueceu em casa, mas volta logo. Ele concorda. Dona Florinda puxa Kiko e diz que devem ir logo, mas ele diz que também esqueceu uma coisa, e vai para sua casa. Ficam sozinhos Dona Florinda e Seu Madruga, enquanto Chaves está sentado na escada, sozinho. "Não entendo como aceitam certas pessoas na escola" - provoca a senhora. Ele diz que Kiko deveria estar numa escola para retardados mentais. Ela se irrita, ameaçando bater nele. Seu Madruga diz que era brincadeira, e que Kiko não teria nada para fazer em uma escola para retardados mentais, pois seria reprovado. Ela quase bate nele, mas nisso Chiquinha chega com seus livros. Seu Madruga a puxa e eles saem correndo em direção á escolinha. Dona Florinda o chinga, ameaçando dar tantas bofetadas no rosto do homem que suas bochechas ficariam inchadas. Kiko ouve, e pede se sua mãe o bateu muito quando criança. Ela diz que não, pois Kiko não é bochechudo, ele apenas tem a boca para dentro. Ele fica tristinho, e ela corrige: "Não não tesouro, acontece que você é uma criança saudável, e tem bochechas coradas". Kiko diz que as crianças da escola zombam dele, dizendo que suas bochechas são do tamanho de laranjas. Dona Florinda se irrita, e diz para Kiko falar ás crianças para irem ao mercado, e notarem que as laranjas não são nem a metade. Kiko concorda com um segundo, mas depois olha para sua mãe com cara de dúvida. Ela muda o assunto, dizendo que já é tarde, e que devem ir para a escola. Ele concorda, e vai andando. Dona Florinda diz para seu filho esperar, pois no primeiro dia, ela tem que o acompanhar. Chaves vai atrás, sozinho, sem pai e mãe nenhum.

A cena muda. Seu Madruga está com Chiquinha conversando com o Professor Girafales , na escola. Seu Madruga diz que se sua filha se comportar bem, o professor deve avisá-lo, para levá-la ao médico. Ele concorda, mas não entende. Seu Madruga confirma, dizendo que se ela se comportar, é sinal que não está muito bem de saúde. O professor concorda. Seu Madruga diz para Chiquinha que não quer ouvir queixas sobre ela. Ela alerta o Professor Girafales: "Viu só? Meu pai não gosta que me acusem hein!". Ele a manda ir para a sala. Ela diz que sim, o enchendo de mimos. Seu pai a manda para dentro, dizendo para ela cuidar para não chingar o "Professor Linguiça". O professor se irrita, alegando não se chamar "Linguiça", mas "Girafales". Seu Madruga concorda, se despedindo. Ele sai. Logo, volta correndo. Dona Florinda vinha chegando com Kiko . Ele sai correndo, e ela avisa o professor. Eles se "encantam" um com outro, e ela diz que veio apenas trazer Kiko . O professor diz que ele é lindo, e Kiko fica alegre. O professor convida a senhora para assistir aulas de geografia, a mesma que recusa. Ela diz que veio apenas entregar Kiko . Ele concorda, e o manda ir para seu lugar. Kiko agradece, e os pombinhos se despedem. A cena muda. Agora, o Professor Girafales entra na sala de aula, onde todas as crianças estão em um "bolinho", conversando alto. Ele grita por silêncio. As crianças se aquietam. Quando o professor começa a aula, a atenção das crianças é desviada para Seu Madruga , que agora está sentado no meio das crianças, no meio da sala de aula. O professor começa a falar com Seu Madruga , que diz que já está indo, o interrompendo. Segundo ele, voltou apenas para dar os últimos conselhos á Chiquinha. Ela concorda. Ele sai da sala, mas Dona Florinda o está esperando do lado de fora. Ela quase o recebe com uma bofetada, mas ele desvia, e volta correndo para a sala de aula. Ela corre, mas não o alcança, então fica parada na frente da porta da sala, dizendo que na frente do Professor Girafales, jamais armaria um escândalo.

A cena muda. Agora, o Professor Girafales está perguntando ao Seu Madruga se ele está mesmo disposto a ter aulas. O velinho confirma, alegando nunca ser tarde para começar a estudar. O professor o parabeniza, dizendo que é preciso ter mutia coragem para enfrentar as possíveis gozações das crianças. Seu Madruga diz que as crianças que tentem gozar dele, que ele vai mostrar para elas o que é bom. Ele grita, e o professor pede silêncio. Nisso, Chaves entra na sala. Professor Girafales diz que só faltava ele, mas que não tinha percebido a ausência do menino. Ele manda Chaves ir para o seu lugar, e ele vai. Ele senta na classe, e cumprimenta todos os alunos, um por um. Quando vê Seu Madruga , se choca, e começa a o observar atentamente, virado para trás. Seu Madruga se irrita, e manda Chaves parar. O professor pede por silêncio, e chama a atenção de Chaves, que diz que nunca tinha visto um menino tão velho e parecido com o Seu Madruga. Chiquinha diz que não parece, É O SEU MADRUGA. Kiko se levanta e diz que ele terá aula com eles, para ver se fica menos burro. Seu Madruga concorda por 1 segundo, mas depois o chinga. Kiko grita por "mamãe", e todas as crianças começam a discutir. O professor grita por silêncio. Todos se sentam. Chaves faz uma piada. Professor Girafales o chinga, dizendo que não permitirá escândalos dessa natureza. Ele volta a dar aula, e Kiko o interrompe. O professor se irrita, perguntando se o menino não consegue ser menos mal-educado. Chiquinha a se levanta e diz que não, pois é "defeito de fabricação". O professor os chinga. Seu Madruga a chinga também, e ela se senta. O professor agradece Seu Madruga, e volta a dar aula. Seu Madruga o fica interrompendo. Kiko se levanta e manda ele se calar. Chiquinha se levanta e o diz para não gritar com seu pai. Todas as crianças se levantam e entram na discussão. O professor os manda sentar. Chaves faz uma piada. Professor Girafales o chinga. Nhonho pede para ir ao banheiro, e o professor diz que não. Ele pede por favor, e ganha a permissão. Nhonho sai da sala. O professor finalmente continua a aula. Pópis levanta a mão, dizendo que o que o Professor Girafales está dizendo já foi dito. As crianças começam a conversar novamente. O professor grita por silêncio. Chaves faz uma piada. Ele levanta irritado e diz que agora é sério, que não vai tolerar nenhum escândalo mais. Chiquinha diz que das outras vezes devia ser brincadeira. Seu Madruga a manda pedir desculpas. Ela começa a chorar. Seu Madruga manda ela e Pópis (que disse algo baixinho) calarem a boca. Chiquinha se levanta e vai em direção ao professor. Girafales diz ao pai da menina que ele é o professor, por tanto deve ser tratado como. Seu Madruga diz que ele não deve se preocupar, pois já conheceu outros piores. Ele se irrita. Seu Madruga fica sem jeito. Professor Girafales manda Chiquinha sentar, e ela diz que seu pai a mandou pedir desculpas. Kiko se levanta e fala - gritando - que quem manda lá é o Professor Girafales , não pai dela. O professor diz para ele se sentar. Kiko e Chiquinha sentam-se. O professor volta a dar a aula. Quando, depois, se ouve um assovio. É Godinez , sentado no fundo da sala, assoviando em ritmo de música. Desistindo, o professor se levanta, e vai em direção ao garoto. Godinez não nota sua presença, então continua a "cantar com a boca". O professor vai até o fundo da sala e se encosta na parede.

A cena "muda". O professor está dando aula. Agora, Nhonho já voltou do banheiro. Girafales faz uma pergunta á Godinez , que se levanta, e - assustado - diz que ele não fez nada. O professor diz que não o está acusando de nada, mas que vai passar para ele um problema de matemática. Ele desiste, e o professor pergunta á Nhonho quais são as 4 operações fundamentais da matemática. O menino diz que são as operações: apêndice, amígdalas, coração e pulmão. Seu Madruga o corrige, dizendo que pelo o que sabe, são a soma, subtração, multiplicação e divisão. Chaves diz que o professor deve dar 0 (zero) a Seu Madruga . Ele responde que o velinho respondeu corretamente, e Seu Madruga pede outra questão. O professor concorda, e pergunta quanto são 4x4 (quatro vezes quatro). A resposta correta seria 16, mas Seu Madruga não sabe. O professor pergunta á Pópis quantos centímetros cabem em 1 metro. Ela diz que cabem 29 e ainda sobra espaço. A menos que seja um metro pequeno, aí não sobra. O professor a corrige, dizendo que todos os metros são iguais. Kiko diz que não é verdade, pois perto de sua casa passa um metro do tamanho de um trem. O professor não dá bola, e diz para Kiko responder apenas quando for chamado. Professor Girafales diz á Chiquinha que lhe dará um problema (de matemática). Ela diz que não quer, pois já lhe bastam os problemas que ela tem na vida. Seu Madruga a chinga. O professor diz que eles devem supor que Seu Madruga ganhe 20 mangos diários. Madruga diz que não. Chiquinha concorda, dizendo que se muito, ganha 15. O professor diz que é apenas uma suposição, e pergunta que se ele ganha 20 mangos por dia, quanto ganharia no final do mês? Chiquinha diz que ele ganharia uns "3 mil e 500 mil e 800 mangos mais ou menos". Ele diz que está errado, pois 31x2 (31 vezes 2) é 600 mangos por mês. Mas ele diz que tudo bem, pois ela não conhece a multiplicação. Ela diz que ele é que não conhece os trambiques do seu pai. Seu Madruga a manda se calar. Professor Girafales chama Kiko , e diz para ele supor que tem 4 laranjas. Chaves pede uma. O professor diz que isso é só uma suposição, e diz á Kiko que se ele tem 4 laranjas e come uma, quantas ficam. Kiko diz que isso é muito fácil, e pede um problema mais difícil. Ele diz que tudo bem, mas que primeiro o responda esse. Kiko não sabe a resposta. Chaves diz que sabe a resposta. O professor manda ele falar. Chaves diz que não sobram nenhuma, por que as laranjas são de "supositório". O professor o corrige, dizendo serem de "suposição". Ele concorda. Todas as crianças se levantam e começam a conversar. O professor chama a próxima parte do episódio (leia também a segunda parte! "Seu Madruga Professor - Parte 2")

Elenco

Dublagem Estúdios Maga (1988)
Escrito por: Monique Eduarda

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória